Follow by Email

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

A versão mais curta do amor

A VERSÃO MAIS CURTA DO AMOR É AQUELA QUE POR MAIS QUE VOCÊ LUTE NÃO ADIANTA DE LADO JÁ FICOU
INUTILIZADO CORAÇÃO QUE DE TANTO JÁ CANSOU,O SOFRIMENTO SÓ FAZ PIORAR A DOR A CADA MOMENTO
NÃO HÁ TEMPO,NÃO HÁ COMPREENSÃO.SOMENTE UM SUBTERFÚGIO. SE AFOGAR EM SIMPLES PALAVRAS QUE FAÇAM A IMENSA DOR PARAR SE HÁ COMO PARAR POIS SÓ DE PENSAR MIL SENTIMENTOS APAGAM OS BONS PENSAMENTOS AQUELES QUE ILUDEM E FAZ COM QUE POR UM TEMPO MEU CORAÇÃO,MINHA ALMA E MEU CORPO ME FAÇAM ESQUECER DE VOCÊ .QUE EU POSSO ATÉ FINGIR ,QUE JÁ ESQUECI MAS EU SEI QUE NÃO POIS TEU É MEU CORAÇÃO MESMO QUE SEJA UMA NÃO RECIPROCA ILUSÃO

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Um simples conhecido.

(Incrível como os pensamentos fazem momentos virarem eternos por menores que tenham sido).(Invisível tenho me sentido aos teus olhos que ao ler o que eu tenho escrito jogam no infinito).(Impossível conquistar você garota pois há sonhos que as vezes são somente sonhos) (Imediatamente já digo NUNCA FUI SEU AMOR,NEM SEU AMIGO MAS COM CERTEZA TALVEZ UM DIA FUI UM SIMPLES CONHECIDO.